Blogger Template by Blogcrowds.




Para comentar clique na palavra "comentários" acima ou em "Postar um comentário" logo abaixo do último comentário publicado, se abrir diretamente nesta postagem.





ACAM inaugura Espaço Cultural Maria Sabão

Tem muita gente que ao ouvir falar sobre a Associação dos Caçadores de Assombração de Mariana não dá muito crédito pensando que é brincadeira ou é coisa de quem não tem o que fazer... Mas a prova está aí, o projeto é sério.

No dia 07 de agosto a ACAM inaugurou o Espaço Cultural Maria Sabão, onde também será a sede da associação, em Passagem de Mariana, com atividades de entretenimento para crianças e adultos: desfile das assombrações com batuque, Catitão, Boi da Manta, e acreditem... até o Caboclo D'água estava lá.
E não esqueceram da contação de causos...

"... As histórias ou estórias como as da Maria Sabão
e outras transcritas em sua mensagem estimulam a imaginação e podem, assim, se transformar em excelentes obras de ficção. O objetivo certamente extrapola a simples curiosidade com seu lado jocoso ou mesmo dramático, servindo de ingrediente a que crianças, jovens e até adultos alcancem esse gênero literário..."
(Professor Roque Camelo)

Veja a reportagem completa no Jornal "O Espeto"
http://www.oespeto.com.br/









A Casa da Cultura parabeniza a ACAM pela iniciativa do projeto e pelo evento de inauguração e deseja sucesso nas atividades do Espaço Cultural







Para comentar clique na palavra "comentários" acima ou em "Postar um comentário" logo abaixo do último comentário publicado, se abrir diretamente nesta postagem.



Com o objetivo de despertar na sociedade o interesse na preservação da memória através da transmissão dos valores culturais, a Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, por meio do IEPHA/MG, coordena e organiza a Jornada Mineira do Patrimônio Cultural que é realizada pelos municípios e diversas instituições culturais do estado de Minas Gerais durante o mês de setembro.

As ações de mobilização, organização e a parte operacional da Jornada Mineira do Patrimônio Cultural são de responsabilidade do IEPHA utilizando a rede estabelecida pelo ICMS Patrimônio Cultural e outras instituições que também atuam na preservação do patrimônio cultural.

A Jornada Mineira do Patrimônio Cultural recebe apoio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN); do Ministério Público Estadual, por meio da Promotoria Estadual de Defesa do Patrimônio Cultural e Turístico de Minas Gerais; do Museu da Pessoa; da Revista de História da Biblioteca Nacional; do Serviço de Cooperação e Ação Cultural da Embaixada da França no Brasil – Escritório de Belo Horizonte; da Rádio Inconfidência e da Rede Minas de Televisão.

O tema deste ano é
“Quando a minha história conta a história de todos” que permite despertar a reflexão dos municípios e das instituições culturais mineiras sobre o seu papel e a atuação dos diversos agentes responsáveis pela promoção e valorização do patrimônio cultural em suas comunidades. Zeladores, músicos, poetas, congadeiros, sineiros, artífices, contadores de histórias são a alma viva de uma cultura pois, além de agentes de um determinado contexto cultural, eles representam o elo entre gerações que permite o diálogo e a sobrevivência das práticas culturais.

Neste ano, Barra Longa propôs 6 atividades, que são:

No Caminho da Nossa História - 05/09/2011
Modalidade: Curso/Oficina
Descrição: Mobilizar a comunidade através do compartilhamento de histórias sobre a história de Barra Longa desde os primórdios até os dias atuais, como instrumento de resgate da memória local e preservação, tendo como base o levantamento histórico e memorialístico com a comunidade.
Local: Escola Estadual Padre José Epifânio Gonçalves Hora: 13h
Endereço: Rua Matias Barbosa, nº 513

Pelas Fazendas de uma Trilha Histórica - 06/09/2011
Modalidade: Visitas Guiadas
Descrição: Despertar na comunidade a participação mais ativa na vida cultural, conhecendo seu processo histórico e auxiliando na preservação da memória.
Local: Fazenda das Corvinas Hora: 07h30
Endereço: Corvinas - Zuna Rural


Desfile Cívico-Cultural – 07/09/2011
Modalidade: Educação Patrimonial
Descrição: Promoção da educação cívica e cidadania a valores éticos na construção da memória e resgatar as tradições históricas nacionais.
Local: Praça Manoel Mól Hora: 09h
Endereço: Praça Manoel Mól

Feitos e Fatos do Padre José Epifânio Gonçalves - 08/09/2011
Modalidade: Educação Patrimonial
Descrição: Contar, ouvir e vivenciar os feitos e fatos do Padre José Epifânio Gonçalves no intuito de mobilizar a comunidade para compreender o papel importante de cada um na preservação da memória local.
Local: Praça Manoel Lino Mól Hora: 14h
Endereço: Praça Manoel Lino Mól

Artesanato: Mãos de Barra Longa - 09/09/2011
Modalidade: Exposição
Descrição: Transmitir conhecimentos sobre as heranças culturais para que a comunidade possa conhecer os processos das manifestações que fazem parte da cultura local.
Local: Praça Manoel Lino Mól Hora: 19h
Endereço: Praça Manoel Lino Mól

Festa do Caboclo D’água – Conhecendo e Vivenciando o Nosso Folclore – 10/09/2011
Modalidade: Festival/Feira
Descrição: Transmitir conhecimento sobre as heranças culturais para que a comunidade possa conhecer, respeitar e estudar os processos comunicacionais dessas manifestações que fazem parte da cultura local: culinária, lendas, costumes, contos e artesanatos.
Local: Praça Manoel Lino Mól Hora: 21h
Endereço: Praça Manoel Lino Mól


A instituição proponente destas atividades é a Prefeitura Municipal de Barra Longa.
Responsável: Rosângela da Cruz Martins – Secretaria Municipal de Cultura
As Instituições associadas são:
Casa da Cultura Dr. Armando Pereira de Souza, Escolas Municipais e Estaduais e ABBA- Associação Barralonguense de Bordadeiras e Artesãos.

Fonte: http://www.jornada.mg.gov.br

Clique aqui para saber tudo...

Se você quiser saber sobre a participação da sua cidade na Jornada Mineira do Patrimônio Cultural entre no site acima, vá em "organização", digite o nome da sua cidade e clique em "procurar". Se quiser saber mais, clique na atividade que saberá qual é a modalidade da atividade e como ela será desenvolvida.


Participe... Seja atuante na sua comunidade...



Fotos da participação da Casa da Cultura em outras edições da Jornada Mineira do Patrimônio Cultural


Barra Longa Eclesiástica



Exposição de Fotos



Casa Mineira






Para comentar clique na palavra "comentários" acima ou em "Postar um comentário" logo abaixo do último comentário publicado, se abrir diretamente nesta postagem.



É Preciso voltar o olhar para o lado positivo da história do Caboclo D’água...


Verdade ou mentira? Mito ou realidade? Não importa. O que interessa é que o Caboclo D’água tem despertado a curiosidade de muitas pessoas e estas têm lido mais e emitido as mais diferentes opiniões. É assunto na mídia, nas rodas de bares, nas escolas, em casa, num encontro casual, na internet...

O assunto ultrapassou os limites da cidade chegando em nível nacional, quando emissoras de TVs, rádios e jornais, e até mesmo equipe de cinema mudaram a rotina de Barra Longa, cidade pacata, na busca por depoimentos e entrevistas que pudessem dar fundamentação ao fato ou ao mito.

O Caboclo D’água foi fundamental para despertar o resgate da cultura local remetendo-nos aos idos tempos em que causos e causos eram contados pelos mais velhos estimulando a imaginação dos ouvintes e criando, desde então, a ponte de ligação para chegar até o momento atual.

Junto à história do Caboclo D’água, vários outros “causos” têm voltado à lembrança dos barralonguenses e ocupado um lugar mais importante na história da cidade.

O Caboclo D’água tem incentivado o surgimento de manifestações culturais através da poesia, da música, do cinema, dos desenhos, não apenas em Barra Longa, mas por vários lugares onde corre a história.

Quem nunca ouviu falar de Barra Longa pelo menos agora sabe da sua existência e este fato pode contribuir para o desenvolvimento local. Se a "fama" vai ser passageira ou duradoura depende apenas das iniciativas dos barralonguenses.






Algumas notícias que achei interessante:

Texto e desenho do artísta plástico Camaleão, de Mariana,
(enviado por Rogéria Sampaio)

"Nos últimos dias tem sido divulgado na mídia, a história do caboclo d'água lá de Barra Longa, que aparece às margens do Ribeirão do Carmo. Por ser esta a região em que vivo, e por ser este rio o que atravessa a minha pequena cidade, sinto-me na obrigação de deixar aqui o meu alerta.
Há relatos do desaparecimento de 2 cavalos, 3 bodes, 5 cabras, 1 mula-sem-cabeça, 5 galinhas e 2 tartarugas, entre outras coisas da região. Há vários depoimentos de que ele foi visto com o saci-pererê e a curupira, tomaram o maior porre num boteco da redondeza, beberam muita pinga Tiara e ainda por cima saíram sem pagar a conta. E, há ainda informações seguras de que ele irá aproveitar a repercussão na mídia para lançar-se na política.
E, como vocês podem ver na imagem abaixo, ele está a espera daqueles que não acreditam e arriscam-se nas águas tranquilas e serenas do Ribeirão do Carmo."



Então, fica aqui o meu alerta: Cuidado com o caboclo d'água!


Inauguração de Espaço Cultural

Foi inaugurado no domingo, dia 07/08/2011, o Espaço Cultural Maria Sabão em Passagem de Mariana, na rua Olímpio Diniz, onde funcionará também a sede secreta da Associação dos Caçadores de Assombração. (enviado por Leandro, diretor do jornal "O Espeto")





Maria Sabão: Mulher negra e forte, que no século XVIII fazia sabão com abacate e sebo. Seu dono a mandou fazer sabão com sebo de meninos que morriam em acidentes nas minas do Morro Santo Antônio, Passagem de Mariana. Também começaram a ameaçar meninos problemas, com o castigo de serem transformados em sabão. Isso a pertubou, tanto que até hoje persegue caçando meninos malcriados, que falam palavrão, para fazer sabão. Essa é uma assombração que tem residência fixa, uma mina de ouro abandonada cuja boca de entrada se dá numa rua chamada Boqueirão, justamente pela boca da mina.





Desenhos (retrato falado) de outros "causos" estudados pela Associação dos Caçadores de Assombração feitos pelo artista Deivison
(enviados por Leandro, diretor do jornal "O Espeto")





Caboclo D'água: Ser estranho, meio lagartixa, macaco e galinha que ataca às margens do Rio do Carmo, de Mariana até Barra Longa. Muitos avistamentos em tempos diferentes e três retratos falados. (mas só temos estes dois)




Mãe do Ouro: Bola de fogo que passa pelo mato sem queimar. Relatos de mais de 200 anos. Um garimpo em Bento Rodrigues foi abandonado às pressas por causa dela!




Mulher de branco: Vista pelas ruas, tarde da noite. Quem a seguiu viu que ela vai para o cemitério. Várias aparições em Passagem.





Homem Toco: É um monstro que ataca viajantes, colocando raizes para o cavalo cair e para o carro bater. Muito temido em Diogo de Vasconcelos. É um toco que se move rapidamente e controla suas raízes.




Lambizome Pezão: É um lobisomem que tem pé grande, lambe suas vítimas antes de morder. Aparece entre Padre Viegas , Mainart, Diogo de Vasconcelos.




Noiva de Furquim: Aparece nas entradas de Furquim. É a história de um acidente de ônibus no qual uma noiva e mais 11 passageiros faleceram, na década de 70. Porém quem prestou socorro roubou a aliança da defunta. Sendo assim ela sempre aparece na beira da estrada dando sinal aos carros. Como é muito bonita, motoristas param e ela entra no carro ou ônibus e depois some misteriosamente.



Parte da turma dos Caçadores de Assombração


Caçada realizada em 31/07/2011

Realmente, bom humor é tudo...









Equipe da filmagem


Videoclipe com cenas do Documentário " O Caboclo" produzido e dirigido por Davi Collares na cidade de Barra Longa/MG.

Trilha Sonora
Caboclo D'água
Letra & Música: Fafá da Barra e Carmem Lúcia Ferreira
Direção: Davi Collares
Ano: 2011

Veja aqui: http://www.youtube.com/watch?v=JfH0Po5PeGo

O videoclipe contém cenas gravadas para o documentário (filme) "O Caboclo". Entrevistas e depoimentos gravados em Barra Longa fazem parte do filme que tem previsão de lançamento para setembro/outubro 2011.




Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial